Notcias

Notcias

E-mails indesejados e golpes online

10/06/2010

São Paulo - Brasil terá análise de golpes e prepara código de conduta anti-spam este ano. Tire suas dúvidas sobre e-mails indesejados e fraudes.

Quantas vezes por dia você se depara com mensagens indesejadas ao consultar seus e-mails no trabalho ou em casa? Pois parte destas mensagens comerciais ou fraudulentas que se aglomeram em sua caixa de entrada representam atualmente 86% do tráfego de e-mails do mundo, segundo a empresa de segurança McAfee. Isso sem contar os spams que já se espalham via mensagens de texto em seu celular, pelo comunicador instantâneo ou no microblog Twitter.

O Brasil vem ganhando uma participação considerável no tráfego mundial de spams. No primeiro trimestre, o País subiu da quarta para segunda posição como maior emissor de mensagens indesejadas (10,2%) da rede mundial, ficando somente atrás dos Estados Unidos, segundo a empresa de segurança Sophos.

De acordo com o Relatório Sobre Ameaças de Segurança na Internet, divulgado em meados de abril pela Symantec, o País é responsável por 4% de todo o spam enviado mundialmente. Na América Latina, o Brasil liderou o envio de mensagens não solicitadas, com 29% de participação na região, em 2008.

Para combater o problema do lado técnico, o Brasil ganhará em breve um sistema para analisar golpes por e-mail e identificar seus autores. A iniciativa da Polícia Federal em conjunto com órgãos da administração pública começa a entrar em prática em junho. Do lado comercial, anunciantes, provedores de acesso, associações e órgãos de internet finalizam a elaboração de um Código de Autorregulamentação para Prática de E-mail Marketing, incluindo punições para os infratores com a criação de uma espécie de Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar) deste setor.

Enquanto as medidas não geram impacto em sua caixa de entrada, é possível reduzir o volume de spams e blindar sua máquina para não juntar-se a eles. Confira abaixo 10 perguntas e respostas sobre spams e golpes online.

<< Voltar

Ver RSS Feed


Idioma: